quarta-feira, dezembro 30, 2009

Desculpas não se pedem evitam-se

O título deste post é uma deixa que abomino. É o tipo de frase que usam os pobres de espírito, os que não sabem perdoar, os que têm mau perder e que adoram encontrar um momento menos bom do “amigo” para lhe mandar à cara acusações disparatadas.

São aquelas pessoas que se matam a trabalhar, não por benefício próprio ou para ajudar, mas sim para poder atirar à cara dos outros que trabalham mais do que eles…

São aquelas pessoas que têm um rei na barriga e não conseguem cheirar os seus próprios defeitos nem que estes lhe cagassem em cima.

São aqueles que namoram e ficam duas semanas sem falar com o parceiro porque discutiram sobre o voo rasante do colibri amarelo que habita na floresta do caralho mais velho.

São gentinha que como dizia o outro, não vale um vintém.

Não usem esta frase perto de mim ou estão apresentados…

terça-feira, dezembro 22, 2009

Depressões

Esta é aquela altura do ano mais propensa a depressões. E eu não sou excepção. Dou por mim varias vezes a chorar de cada vez que vejo um cãozinho abandonado, ou se a lua está cheia e se reflecte no rio em frente a minha casa… ou ainda se descasco cebola!

Pronto, ou então não… Mas acho que as meninas curtem ouvir um gajo admitir que chora. Estou só a ver se resulta. O que é certo é que nesta altura do ano anda tudo parvo, triste… irritadiço, duma maneira que só apetece correr tudo à chapada.

E esta posta serve só para animar aqueles amantes do infortúnio que passaram por este blog à espera de mais umas lamechices para chorarem… Eh pá deixem-se disso! Esta vida são dois dias! E o carnaval são três…

Prontes… a modes quiera isto. Parem de chorar senão eu choro também.

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Bom Sucesso

Quando era apenas um mancebo imberbe, vivia com os meus paizinhos num local que ironicamente ou não, se chama Bom Sucesso. Ora esta pequena localidade, para além de ser um grande dormitório dos arredores de Lisboa com grandes problemas de estacionamento (qual é a novidade?), tinha uma pequena grande peculiaridade! Era uma montanha…. Uma elevação…vá lá. Toda a bendita localidade foi edificada numa mini montanha. E a minha casinha, para além de ser no segundo andar, era no cimo de tudo. Restavam-me sempre duas opções quando saia da escola (ainda longe da montanha). Ou vinha numa camioneta daquelas que subiam aquilo em primeira e a 10 à hora, ou dedicava-me à nobre arte da escalada e perdia 30 a 45 minutos da minha infância a trepar aquele quilómetro íngreme até casa.

Ora, certo dia vinha eu da escola e não me lembro por que razão, não tinha bilhete ou dinheiro para o autocarro. E que dia tinha sido aquele! Passei mais de duas horas a jogar à bola em furos das aulas e tinha acabado de sair do treino de natação onde já tinha tido uma mão cheia de cãibras. Fui forçado a fazer a prova de montanha de primeira categoria até minha casa.

Das mais de mil vezes que fiz aquele caminho, aquele foi sem duvida o mais tortuoso que fiz. Subir a mini-montanha com a mochila da escola às costas mais o saco da natação, foi a pior coisa que me podia ter acontecido naquela altura. Arrastei os pés, marreco do cansaço e do peso das mochilas. E lá subi. A dada altura, quando faltava cerca de um terço da subida e já se começava a avistar o topo… Parei. E olhei para cima. Este momento, foi um momento com nada de especial que o demarcasse de tantos outros na minha vida. Mas é um momento que até hoje recordo nos momentos difíceis. Olhei para cima e estive quase a desistir… a sentar-me e a não avançar mais um passo. Mas houve um pensamento que me fez continuar... Pensei:

- Daqui a um bocado, estas em casa descansadinho a ver televisão. E vais-te sentir bem como se não tivesse sido nada.

O desfecho é previsível… desisti e pernoitei no local….

Ok estou a brincar! Continuei que nem um maluco e cheguei a casa todo podre mas feliz da vida. Vinguei-me em três bolicaos e dois iogurtes e não pensei mais no assunto até à noite.

De noite quando me deitei na minha caminha senti-me tão, mas tão bem, tão relaxado e feliz, e dei por mim a pensar naquele momento em que me tinha sentido tão mal durante a subida. E espantei-me com a nova perspectiva com que abordei o referido momento. A vida afinal, depende sempre da perspectiva… do momento em que nos encontramos. A subida tão tortuosa que fora, era agora passado. E os meus lençóis de flanela eram o presente aconchegante. E senti-me feliz…

Ao contrário de qualquer outra recordação que passa, essa, por mais insignificante que tivesse sido, ficou. Pensei nela várias vezes ao longo dessa semana. Pensei outras tantas o resto do mês. E a verdade é que ainda hoje, de cada vez que se me depara uma dificuldade na vida penso naquele dia. Penso que podia ser pior! Podia estar ainda a dois terços da subida, e nunca ter chegado a casa. Mas não… estou melhor, sempre melhor. E se sofro sei que será temporário. Proibido é desistir. Sei que no cume estarão sempre os meus Bolicaos e os meus lençóis de flanela.

Hoje, novamente de uma outra perspectiva sei aquilo de que não me apercebi na altura: A vida é feita de muitas montanhas que precisam de ser escaladas. O sofrimento estará sempre presente, e nós dar-lhe-emos a importância que nos aprouver. Será sempre mais feliz quem souber valorizar os lençóis de flanela e os bolicaos. Quem atribui excessiva importância à subida, acaba por não viver. Eu escolho por subir e não desistir. E enquanto o faço e sofro, sei que ainda poderia estar naquele dia longínquo a dois terços da subida. Mas não estou. E sinto-me bem por já ter ultrapassado tantas coisas más. E continuo a sofrer sem desistir, pois sei que invariavelmente no topo estará uma só coisa: O Bom Sucesso!

sexta-feira, novembro 27, 2009

Parabéns a mim


Não obstante o facto de já não escrever à um colhão da tempo, não posso deixar passar a efeméride de este blog fazer anos! É verdade… Já lá vão três anos quando decidi dos confins da minha massa cinzenta inútil escrever estas tangas para que mais alguém que não o meu gato pudesse compartilhar a transcrição das minhas ideias doentias.


Três anos, já o disse anteriormente, é muita coisa em termos de blogs… É um pouco como os anos dos cães! Valem por sete. Assim sendo, 3X7=21. Portanto o meu blog está agora a amadurecer para uma vida adulta.


E porquê? Perguntam vocês. Ignorantes leitores ciosos da minha sabedoria… Porquê perder tempo com um blog? Porque não dedicares-te a outras coisas quiçá mais úteis como coçar o forro dos tomates com a unha sobre desenvolvida do dedo mindinho?


Ao que eu respondo: Porra! Sei lá eu! Gosto de me fazer ouvir... ou melhor… fazer ler. Gosto que os bananas que lêem as minhas bazófias comentem, ou que simplesmente venham dar uma vista de olhos e digam mal de mim até me aquecerem as orelhas.


E por isto, e porque me apetece, permitam-me que me congratule pelo facto de aguentar este tasco, com maiores ou menores intermitências durante 3 longos anos. (Eu sabia que ia durar mais do que o Paulo Bento)


Deixo-vos então com as estatísticas para a posteridade!

19523 Visitas ao blog. Já dava para encher o Restelo!

124 Posts! Sendo que destes, 61 foram sobre merda nenhuma de jeito! Isto diz muito deste blog!

22 Posts sobre sexo! Sou ou não sou um libertino?

1153 Comentários… Tanta gente sem nada de útil para fazer.

53, 36784 Autógrafos.

84773,938493 Tentativas de ter piada.

23,4535 Tentativas de violação de histéricas que dizem que me amam mas que eu não conheço de lado nenhum.

15, 38 disfarces para poder sair à rua sem ser reconhecido…


Enfim… Parabéns a mim e a esta espelunca.

domingo, outubro 18, 2009

Qual foi o jogo da tua vida

Adoro futebol… Ainda hoje sinto aquela pontinha de insatisfação por não ter sido jogador… Enfim, pancadas de criança que não passam.

E há aqueles jogos que só se podem classificar como épicos. Aqueles jogos que no fim a nossa equipa acaba por ganhar e nos deixam com um arrepio especial. Aqueles jogos que mais tarde recordamos nas conversas com os amigos. Jogos cheios de emoção, que decidiram eliminatórias, finais ou que foram ganhos no último minuto.

Não consigo nomear aquele que foi o jogo da minha vida, porque já houve mais do que um que me tirou do sério. Assim de repente lembro-me daquele memorável Portugal Inglaterra do Euro 2004. Aquele em que o Ricardo defendeu o penalti sem luvas e que o Rui Costa marcou um golo que quase me fez chorar. Gostei também do Az Alkmar- Sporting das meias-finais da taça UEFA com um golo no último minuto do Miguel Garcia. Ou então o Sporting 5 Benfica 3 da meia-final da Taça de Portugal.

E vocês? Qual foi o jogo das vossas vidas?

Deixo-vos com dois vídeos de um desses jogos que me fazem gostar de futebol. Um em versão portuguesa e outro em versão inglesa aziada :D .





terça-feira, outubro 13, 2009

Actualizado?


Sabem como é que se vê se um blog está actualizadinho, bem tratado e se o autor se preocupa realmente com ele?

Pelo número de comentários chineses que este possui…

sexta-feira, outubro 09, 2009

Desafio


A menina Diaboderoupacurta desafiou-me. Apesar de ter sido aínda no século passado, geralmente, gosto de cumprir com estas coisas… Mais vale tarde que nunca. E ela até merece porque fez um comentário à maneira no meu último post. O desafio consiste em dizer 8 características minhas… (Como se alguém se interessasse). Por isso, aqui vão 8 características minhas:

- Aspecto físico: alto bexigoso e com uma borbulha num dente…

- Obsessivo compulsivo, com algumas tendências para o histerismo, bipolarismo e outras coisas acabadas em ismo que agora não me lembro

- O pessoal comigo está sempre a rir! Mas não é por causa das minhas piadas...

- Não gosto de preservativos porque me apertam a pila… (reparem como numa simples frase se consegue meter todas as leitoras deste blog a questionar-se sobre o tamanho descomunal do meu amiguinho)

- Não vivo sem desporto. Quem me quer ver feliz, é colocarem-me uma bola à frente e ver-me a correr atrás dela

- Adoro água… Praia, rio, piscina, banheira, etc. Até o meu trabalho tem a ver com água. Também estou sempre a meter água…. Ah! E às vezes bebo um copo de vinho à refeição…

- Gosto de andar de bicicleta quando está maré cheia e de ler livros quando o jantar é Bacalhau a Brás.

- Sou parvo e irritante… mas isso vocês já sabiam.

Acabei! Passo este desafio a ninguém. Apenas porque sim.

Até à próxima.

sábado, setembro 26, 2009

Anti

Existe muita gente que é anti. E o que é isso de ser-se anti. É nutrir um ódio de estimação por algo. Quanto a mim não existe nenhum mal em ser-se anti-qualquer coisa. O problema é que parece que admiti-lo é que já não é algo que todos façam de ânimo leve. Parece-me a mim que ser anti-algo que não seja a opinião comum de toda a população, não é muito bem visto pela sociedade. É muito mais fácil e aceite ser-se pró-qualquer-coisa.

Passemos a exemplos práticos porque isto está ficar confuso. Eu sou um nítido anti-benfiquista… E o que quer isto dizer? Que odeio o clube recreativo da luz… Há quem diga que odeio o Benfica mais do que gosto do Sporting. Mas não é verdade… É logo imediatamente a seguir. Trocando por miúdos, a seguir a uma vitória do Sporting, aquilo de que gosto mais, é uma vitória do clube que está a jogar contra o Benfica. Nem que seja um clube do Iraque… não é bonito?... Mas é o que sinto e penso…

Mas nem só nos futebóis existem os antis! Eu sou claramente anti-partidos de direita. E sou-o tanto que sou capaz de votar num partido que não é o meu só para não ver no governo nenhum energúmeno de direita.

E acho que é de salutar todas as (poucas) pessoas que manifestam assim as suas convicções mesmo que esteja implícita e socialmente definido que não é bonito, ou de “bom tom” ser-se abertamente contra algo de que outras pessoas possam gostar.

E vocês? São anti-quê?

sábado, setembro 19, 2009

FDP do chinês


Pó caralho mais o filho da puta do chinês que está só a spamar-me o blog... Já me estou a passar...

quarta-feira, setembro 09, 2009

Coitadinho do Sócrates

O nome desta espelunca é contra tudo e contra todos, e este post vai fazer jus ao nome.

Eu simpatizante do Socrates me confesso… Pronto pelo menos não sou atipatizante (bela palavra).

Dizer mal do Socrates está tão na moda que o pessoal só se dedica a ir na onda e criticar também. Não olham para a política com olhos de ver. Estão todos imbuídos naquele botabaixismo típico dos portugueses em que qualquer coisa é pretexto para se maldizer.

O que eu quero com isto dizer, é que as alternativas ao Sócrates não são melhores. A oposição apenas se dedica à semelhança do povo a criticar e a mandar abaixo. Não apresentam alternativas, propostas nem soluções para o que quer que seja…Ora, não sendo estes melhores, porque é que não deixam lá estar o cromo do Sócrates? Ao menos continua o trabalho que já começou a ver onde é que isto vai dar. Agora mudar sempre é que não… Porque o que me tenho apercebido ao longo dos curtos anos em que tenho prestado atenção (mínima diga-se) à política, é que para se ser um mau 1º ministro, basta sê-lo. Quem quer que esteja no poder há-de ser sempre o saco de pancada da plebe mal intencionada e desgostosa com a sua vidinha desinteressante.

Antes do Sócrates era o Barroso, antes disso o Guterres e ainda antes o Cavaco. Não consigo encontrar um que fosse o menos criticado ou gozado… Isto leva-me a pensar que o que o pessoal gosta mesmo é de dizer mal… Política? Para que é que isso serve? O primeiro-ministro é que está ali a mais…

Não sou PS, e sinceramente nem gosto muito do Sócrates, mas já me irrita ver tantos ceguinhos a bater no ceguinho.


sexta-feira, setembro 04, 2009

Chupável!

Todos devem conhecer aquela teoria da treta que postula que abanar mais de três vezes é considerado punheta! E outra ainda que diz que por mais que abanemos, a última pinga acaba sempre na cueca.

Venho aqui em público manifestar o meu desacordo com estas tangas! E porquê? Porque sou um gajo asseado, que gosta de ter a pila agradável. Agradável para todos os sentidos das meninas! Bom de se ver, de tocar, com cheirinho agradável, sem saber a nada… e pronto a audição escapa… O meu pelo menos ainda não aprendeu a fazer barulho.

Isto pode ser considerado por vós como um assunto irrelevante! Mas assevero-vos que é algo que se reveste de extrema importância. É importante manter a pila chupável! O próximo broche pode estar já ali ao virar da esquina!

Assim sendo, acho que se deve abanar o gajo até que o mesmo pareça ter um ataque epiléptico. E digo mais… Depois disso ainda saco duas folhinhas de papel higieco e limpo a carola como se de um pipi se tratasse.

O que estou a partilhar aqui convosco é importantíssimo… Estou a prestar um serviço público à comunidade! Pensem nisto…

"Acho que já sentia necessidade de escrever merdas realmente parvas e inúteis."

quarta-feira, setembro 02, 2009

Morte ou manobra de marketing?


Mas que grande golpe de marketing que foi a morte do Michael Jackson! Ou em bom português Miguel Joaquim! Eu cá acho que o Miguel Quim deve ter morrido de propósito só para aumentar as vendas! Já repararam a quantidade de vezes que se ouve música do Quim agora? É que parece que o pessoal acordou:

- Afinal as músicas dele até eram fixes!

- Ele era um grande artista

- Dançava tão bem…

And so On! Que é como quem diz e então em!

Ora fodasse! É preciso um gajo morrer para ter mais um bocadinho de atenção e reconhecimento? Começo a desconfiar que o João Leonardo (John Lennon), o Hélio Priscilio (Elvis Presley), o Jaime Henrique (Jimi Hendrix), o Frederico Mercúrio (Freddy Mercury) e todos esses grandes ícones da música que tiveram uma morte mais ou menos trágica, resolveram bater a bota só para vender mais uns discos… Tipo bora lá ser ícones imortais…

Será que se eu me matar serei recordado como um dos maiores bloggers de sempre?...O Rei dos bloggers…

Hummmm….

segunda-feira, agosto 24, 2009

Coisas de gaja...


Deixem-me lá fazer um post a dizer mal de alguém porque já há muito que não o faço. Só para agitar as águas vá lá. Venho criticar aqueles posts que as gajas fazem em que colocam um gajo qualquer famoso todo bom, deixam um comentário ou dois nada sexistas e pronto, tá o post feito… Depois vêm umas quantas rebarbadas de outros blogs e deixam os seus comentáriozinhos a dizer que faziam e aconteciam e outras coisas nojentas que tal.

Ah e tal! Tás é com dor de cotovelo! Dirão as leitoras deste blog em voz esganiçada… Sim, estou… Qualquer pessoa vê que sou melhor que esses gajos… but that’s not the point…

O cerne da questão é: Para que serve? Acho que todas as gajas têm uma pancadazita destas… Serão reminiscências da adolescência em que admiravam músicos e boysbands? Acho que sim… é um pouco isso. Todas as gajas têm aquele modelo de homem inalcançável que é personalizado nas pessoas do Brad Pit ou Ginachini ou lá como é que o gajo se chama. E isso sim é que eu acho parvo… porque são homens normais… Ainda se pusessem uma foto do marido ou do vizinho do lado ou do primo afastado ainda entendia, porque são pessoas reais… Palpáveis por assim dizer.

Agora invertam lá a situação. Um gajo posta uma foto de uma modelo qualquer diz qualquer coisa de índole sexual, e depois aparecem os outros rebarbados a comentar… o que pensariam…

E agora, novamente com voz esganiçada, as leitoras dizem: Mas os homens também fazem posts idênticos com gajas!

Ao que eu respondo: Claro que sim! E também não gosto. Mas é um tipo de post que não se vê com tanta frequência. São contudo posts mais honestos em que a febra é exposta, sem segundas intenções. Sem sonhos ou pretensões de elevar a gaja a um pedestal só porque parece uma deusa nos filmes ou telenovelas. É boa e pronto…

E é isto… podem começar a crucificar-me… Depois disto acho que vou sair do país por uns dias e começar a usar bigode!

Até à próxima

sexta-feira, agosto 21, 2009

Odeio blogs do Sapo

Odeio porque de cada vez que quero comentar um post, Perguntam-me se tenho um blog do sapo, obrigam-me a colocar o meu nome, mail e url!!! Que granda seca. Um gajo até perde a vontade de comentar. Só faltava perguntarem a cor das cuecas…

Depois ainda têm um quardadinho pra vrificar a otografia, como se um gajo já não podesse dar os erros que quizesse a cumentar... fdx...

Já agora aproveito para informar que aquela treta de escrever as letras todas tortas que vemos na imagem também é uma chatice.

Que querem… Sou preguiçoso!

quinta-feira, agosto 20, 2009

Mitos e lendas sobre o Porto


Nestas minhas curtíssimas férias, fui forçado a ir ao Porto. Como sou muito observador, aproveito para desmistificar ou confirmar muitos dos mitos e lendas sobre essa bimbalândia que é a cidade invicta. Quero desde já salvaguardar que só lá estive uma tarde, pelo que as considerações que estão prestes a ler são fundamentadas numa experiencia muito curta (graças a Deus) de apenas algumas horas.

Mito 1 – O Porto cheira mal! Lamento informar, mas trata-se mesmo de um mito. De facto, não denotei qualquer tipo de cheiro que fosse diferente de qualquer outra cidade do país. Mas lá diz a música… se “cheira bem, cheira a Lisboa!”

Mito 2 – O Porto é sujo! Mais uma falsidade elaborada certamente por mouros mal intencionados. Até que é uma cidade relativamente limpinha. Agora uma coisa é certa… é assim a modos que escura. Parece-me que o pessoal de lá não sabe o que é tinta, a julgar pelo aspecto cinzento de todos os edifícios…

Mito 3 – As gajas do Norte é que são boas! Mito autêntico. Eu que sou grande rebardado e como tal entendido no assunto, confirmo que as gajas do Puorto são frouxas… Não é que não haja lá cabronas boas, que até as há, mas fazendo uma análise da densidade populacional de gajedo comestível, cheguei à conclusão que há mais gajas boas por metro quadrado em Lisboa… logo, o pito é melhor no sul…

Mito 4 – O pessoal do Porto é mais simpático! Bem, nesta tenho que dar o braço a torcer. As pessoas são mesmo muito mais simpáticas e prestáveis do que em Lisboa. Por mais do que uma vez perguntei indicações e além de não me olharem como se fosse um vândalo prestes a assaltá-los, quase que me pegaram ao colo para me levarem ao sítio que procurava.

Mito 5 – As coisas no Porto são mais baratas! Não é mito! Não é que tivesse andado às compras, mas estou em condições de afirmar que pelo menos na área da restauração, é tudo mais barato. Por exemplo encontrei um sitio onde se servia um prato à escolha, pão, bebida e café, por 4 euros!!! Ou então um restaurante que tinha um buffet, onde se podia comer o que se quisesse e repetir as vezes que se quisesse por apenas 5 euros!!! A minha alminha ficou parva.

Mito 6 – As verdadeiras francesinhas comem-se no Porto. Verdadíssimo! Sou um fã confesso de francesinhas, já as comi em vários sítios deste país… Mas meus amigos, se querem saber o que é uma francesinha, vão ao Porto.

Mito 7 – Os restaurantes do Porto servem muita comida. Upa, Upa… Haviam de ver a francesinha que comi!

Mito 8 – O metro do Porto é um eléctrico! Nunca questionei este facto, mas pelos vistos existem partes do metro que se assemelham verdadeiramente ao dito… ou seja pelo menos, nas duas estações onde andei o metro deslocou-se por debaixo da terra! E esta, heim!

Mito 9 – O pessoal do Porto tem todo aquele sotaque parvo! Nem por isso! Há uns mais carregados que outros. E alguns até parece que falam português… Fiquei na dúvida se esses casos que encontrei não seriam pessoas que vieram de fora para viver no Porto (como se alguém quisesse fazer isso…).

Mito 10 – Cuaralho é vírgula! Eis uma afirmação falaciosa. Cuaralho é virgula… e ponto final, e reticências, e ponto de exclamação… assim como fuodasse e putá queteparíu…

E chega. O Porto afinal não é assim tão mau. E aquela estrada para Lisboa, então é uma beleza!

segunda-feira, agosto 17, 2009

Zona de não ressonadores


Os parques de campismo deviam ter zonas de ressonadores e de não ressonadores. Quando entrássemos era só perguntar para que zona pretendíamos ir. Isso sim é que havia de ser um bom parque. Melhor ainda, só se saísse uma lei que proibisse ressonar em parques de campismo. Parece que já estou a ver o pessoal a ir para a porta do parque de campismo só para ressonar um bocadinho…

sábado, agosto 15, 2009

Já cá tou outra vez

Voltei. As férias foram óptimas, obrigado por perguntarem. Obrigadinho pelo desprezo relativamente ao concurso. Foi aquela de ser escravo sexual não foi??? Confessem…É nestas alturas que se vêm os amigos… Acho que isto só quer dizer que estou ultrapassado e que se calhar já acabava com o blog… hummm… NOT :-) Não se vão livrar de mim assim tão facilmente…

Bem então a entrega dos prémios… Dificílima a escolha, tal foi a quantidade e qualidade dos participantes.

As vencedoras são: Mulheka e Nanny!!! Tcharan. Desculpem os demais participantes mas não foram assim tão bons…

Que merda de concurso decadente. Lol

Até à próxima.

sexta-feira, julho 31, 2009

Best Comentator Award III

Pois é meus amigos. Vou de férias. Destino paradisíaco, gajas boas, blábláblá, a história do costume. Vou aproveitar para realizar novamente o concurso que visa premiar o melhor comentador desta espelunca. É um concurso já com a sua história! Podem ler aqui e aqui os comentários vencedores dos anos anteriores (2008 e 2007 respectivamente). O vencedor ou vencedora, terão direito ao prémio do costume: um link no meu prestigiadíssimo e visitadíssimo (ou não) blog. Os links serão iguais a estes ---> Para além disso, se for gaja ofereço-me para ser seu escravo sexual por um dia (vá lá, não se atropelem, podem todas participar). Se for gajo não tem direito a mais nada… Já é gay o suficiente eu ter um link de um blog de outro gajo.

O concurso deste ano terá duas categorias. A do comentador mais frequente e a do comentador mais original.

O(A) Vencedor(a) da primeira categoria será a pessoa que neste curto período de tempo realizar um maior número de comentários a qualquer post deste blog. (as coisas que eu invento para que comentem o meu blog!!!) Estes comentários terão que ter algum conteúdo… ou seja, só contam aqueles que têm alguma relação com o post… aqueles em que eu possa ver que leram pelo menos um bocadinho do que estava escrito.

A segunda e já tradicional categoria consistirá num único comentário realizado por vós neste mesmo post. Este comentário deverá fazer uma apreciação global ao blog e ao autor do mesmo (eis a vossa oportunidade de ouro para me insultarem sem que eu apague os vossos comentários). O vencedor será o autor do comentário mais original.

Daqui a 15 dias voltarei. Estou à espera de inúmeros participantes (not)… Declaro abertas as hostilidades… Que ganhe o melhor… e que o melhor seja uma gaja… if you know what i mean…

quarta-feira, julho 29, 2009

Auto teste diagnóstico de associação de ideias



- Sexo! Sexo, mulheres…mulheres, beleza… beleza, eu!

- Comida! Comida, bacalhau…bacalhau, pito… pito, mulheres…mulheres, beleza…beleza, eu!

- Futebol! Futebol, Cristiano Ronaldo… Cristiano Ronaldo, gajas… gajas, beleza…beleza, eu!
- Marte! Marte, vermelho…vermelho, período… período, mulheres…mulheres, beleza… beleza, eu!
- Maçã! Maçã, Eva…Eva, pito…pito, beleza…beleza, eu!
- Televisão! Televisão, playboy…playboy, grelo…grelo, beleza…beleza, eu!
- Cão! cão, canzana…canzana, gajas…gajas, beleza…beleza, eu!
- Politica! Política, otários…otários, Benfica…Benfica, período…período, gajas…gajas, beleza…beleza, eu!
- Berlindes! Berlindes, tomates…tomates, procriar…procriar, mulheres… mulheres, beleza… beleza, eu!
- Espaço! Espaço, buraco negro…buraco negro, cu…cu, gajas… gajas, beleza… beleza, eu!
- Rádio! Rádio, música… música, dançar… dançar, gajas…gajas, beleza…beleza, eu!



Diagnóstico: Tarado sexual narcisista sem nada de interessante para fazer…

sexta-feira, julho 24, 2009

Então e agora?



Acabei uma licenciatura de 5 anos e ando com um vazio que não estava nada à espera. Contava muito mais ficar com uma alegria indescritível, daquelas de sair à rua e beijar tudo o que me aparece pela frente. Mas agora que acabei a única coisa que consigo sentir é um grande “JÁ ESTÁ”! E um ainda maior “ENTÃO E AGORA!”Quando entreguei o último trabalho e soube que estava tudo acabado, senti um grande PRONTOS… ACABOU-SE! Que merda de sensação. Realmente nós somos uns bichos que nos habituamos a tudo. Continuo com aquela sensação de friozinho na barriga que temos quando sentimos que temos algo para fazer mas não sabemos bem o quê! Acho que isto tudo faz parte do processo de desintoxicação de Faculdade…

Com vocês também foi assim???

Pedrinhas valiosas



Sempre que escrevo sobre futebol, acho parvo… Fico a pensar que raio de post foi este e se não tenho nada de mais importante com que me preocupar. Pá, mas de vez em quando surgem umas certas vicissitudes (aka injustiças) que adensadas (ou não) pela minha clubite aguda me impelem a escrever sobre o tema.

Desta vez falo do campeonato de juniores de lançamento da pedrada atribuído ao Benfica.
Para quem não está ao corrente, tratou-se de um jogo entre Sporting e Benfica que decidia o título de campeão nacional de Juniores. O Sporting precisava de vencer, e ao Benfica bastava o empate. O jogo só durou 20 minutos pois foi nesta altura que chegou a claque organizada do Benfica ao campo de futebol. Estes começaram a mandar pedras para a bancada e os adeptos do Sporting fugiram para o relvado. Existe também a versão de que quem começou a mandar pedras foram os adeptos do Sporting (pessoalmente acho difícil apanhar pedras numa bancada, mas pronto existe sempre a hipótese de alguns otários terem levado uns calhaus lá para cima antes do jogo começar).

O jogo foi interrompido e não se realizou mais. Passado uns dias, eis a sábia decisão da Federação Portuguesa de Futebol: Castigar os dois clubes! Os dois perdem por 3-0 e pagam uma multazita! Consequência, o Benfica é campeão sem necessitar de jogar contra o Sporting.
Mas que decisão tão salomónica! Castigo para os dois! O Sporting perde o jogo e o Benfica perde e é o campeão! Mas que belo castigo…

E agora tentar vou tentar ver as coisas sem os meus óculos verdes: Não seria muito mais justo, coerente e menos polémico repetir o jogo sem público e castigar com uma multa exemplar os dois clubes, ou com a interdição do estádio? Deixem que os miúdos decidam em campo quem é que ganha. Ou então melhor ainda, castigar a sério e dar o título ao Porto que ficou em terceiro! E o precedente que isto abre? Sempre que houver um jogo decisivo em que o meu adversário não possa vencer, vou com mais uns amigos meus e uns calhaus da calçada e ajudo a minha equipa a ganhar o título…

Houve arremessos de pedras dos dois lados e não é possível distinguir quem começou, mas sinceramente, isso não importa. Dizem que o estádio não tinha condições, mas porra, durante todo o campeonato o Sporting jogou ali e não houve problemas. E é um jogo de miúdos! Com adeptos anormais destes não existem de facto condições em lado nenhum.
Deve dar um gozo do caraças ganhar assim!

Cada vez sou mais do Sporting! Pobrezinhos, desgraçadinhos mas quando ganhamos é sem acontecimentos estranhos.

Pronto, já desabafei.

quarta-feira, julho 08, 2009

Musicona


Hoje falo-vos de um tema que vejo com alguma frequência abordado nestas andanças blogoesféricas (tá mal escrito? Não faz mal).


A música para sexar! Todos sabemos como é fazer sexo ao som de uma bela música. Eu pessoalmente sinto-me dominado pela música nessas situações. Se num momento estou a ouvir um Ben E. Kingzito com o seu Stand By me (Em português – A Estante ao pé de mim), logo a seguir posso estar a ouvir um Smack my bitch up dos Prodigy (Em português – Bate-me na puta para cima). No primeiro caso estou muito carinhoso a fazer juras de amor ao ouvido e no segundo já estou possuído a puxar cabelos e a chamar nomes feios à gaja (Laurinda, Natércia, etc) como se a minha vida dependesse disso. Parece que o ritmo da música me entra nas ancas e sou forçado a fazer aquilo ao ritmo da música. Neste caso acho que deixo de chamar à batida da música BPM (batimentos por minuto) para passar a chamar-lhe PPM (penetrações por minuto).


E vocês digam lá qual é a música que vos faz sexar melhor… Aquela que vos aumenta o ego, que gostaria de ouvir durante aquela canzana inesquecível. Qual é a vossa PPM preferida. Enfim, digam de vossa justiça.

Pronto… se não houver música, também me agrada um certo shlap shlap, mas por hoje fiquemos pela música...

terça-feira, julho 07, 2009

Champô nos balneários

Quem toma banho em balneários… Natação, Futebol ou qualquer outro desporto, sabe que tem duas opções. Ou leva champô e gel de banho, ou não leva nada. E esta decisão tem muita ciência! É que existe sempre um coitadito que leva um ou dois frascos cheios destas coisas e que depois se vê forçado a compartilhar com os restantes companheiros de equipa. Cheguei a ver nos meus tempos de mancebo imberbe nestas andanças de balneário garrafinhas preciosas do meu champô a ir de cheio a menos de metade em apenas um ou dois minutos. Por isso meus amigos e amigas aqui vos deixo um conselho. Se quiserem conservar intactas os vossos stocks de champôs e afins em casa, limitem-se a juntar-se ao grupo dos cravas e arrasem com aquele frasco de gel de banho do paspalho do vosso colega do lado. Se não podes vencê-los, junta-te a eles.

segunda-feira, julho 06, 2009

Anónimo Otário

Os anónimos são uma espécie vulgar na blogoesfera. Nem todos são paspalhos! Há alguns que ainda se aproveitam. Mas a grande maioria utiliza aquela coisa chamada anonimato para despejar as suas frustrações s(exuais)ociais .
De vez em quando lá aparece um ou outro que me faz rir. É o caso deste anormal que fez o seguinte comentário à minha pessoa no seguimento deste post.


CARA
FRANCAMENTE, TENHO PENA DE VOCE...
COMPLETAMENTE RIDICULO ...
ME PARECE QUE DEVERIA PROCURAR AJUDA, POIS ESTA SEXUALMENTE DOENTE.
QUE DEUS NÃO PERMITA QUE NENHUMA MULHER CRUZE SEU CAMINHO, POIS IRA SOFRER MUITO.
REPITO, PROCURE AJUDA IMEDIATAMENTE, VOCE É UM PERIGO PARA AS MULHERES.
BUNDÃO

É pá… que dizer após uma pérola destas… Realmente o gajo conseguiu captar a minha essência. Depois disto, sinto-me uma pessoa revigorada. Vou já ali procurar ajuda antes que maltrate mais alguma mulher… Anónimos como este sim, valem a pena!


Otário...

quarta-feira, junho 24, 2009

Momento Sublime IX



Boa Música. Muito boa letra. Boa guitarrada.

quarta-feira, junho 17, 2009

2 X 0 = 0


Jorge Jesus na sua primeira conferência de imprensa como treinador do Benfica:


"os jogadores do Benfica para o ano vão jogar o dobro do que jogaram o ano passado. Só isso. E o dobro se calhar é pouco"


Ora quer-me parecer que o dobro de nada... é nada!!! 2 x 0 = 0


domingo, maio 03, 2009

Momento Subline VIII

Mourinho no seu melhor. Isto sim, um momento sublime... Com som.

domingo, março 22, 2009

Levem lá a bicicleta


Hoje acordei um bocado aziado… contingências futebolísticas.

Mas não é o erro do árbitro que me transtorna mais. O que não posso deixar de estranhar é os pintainhos estarem todos contentes por ??ganharem?? o jogo da forma como ganharam.

Triste mesmo é a forma como ainda não apanhei um benfiquista que fosse honesto. Que tivesse a hombridade de admitir que só ganharam graças ao árbitro.

E ainda há uns iluminados que dizem que o resultado foi justo…

Cada vez gosto mais do Sporting. Gosto ser de um clube que não precisa de empurrões para ganhar taças...

sexta-feira, março 20, 2009

Momento sublime VII

Há gente que não tem nada para fazer e perde tempo a fazer vídeos destes...

E depois também há os que perdem tempo a escrever em blogues...

Vejam o filme até ao fim, vale a pena...

Até à próxima

sexta-feira, fevereiro 27, 2009

E aqui vão as mentirinhas do desafio anterior. Estava a aguardar que mais pessoal respondesse, mas como ninguém me liga nenhuma, aqui vão as respostas. Ninguém venceu. A Mulheka esteve quase, quase, quase, (não esperava outra coisa vindo de uma criatura a quem já dei o privilégio de usufruir da minha companhia em carne e osso!) mas não percebeu as regras e resolveu escolher quatro opções… daaaahhhh. Vamos ao que interessa.

1 - Já engravidei uma mulher estéril!
Verdadinha meus amigos. Reparei que havia por aí muita gente céptica relativamente ao poder da minha sementinha, mas asseguro-vos que é verdade. Resumindo a coisa, os médicos dizem que a minha mulher é estéril (sacanas incompetentes), mas a verdade é que engravidou, e a prova disso é a minha filha.

2 – Sou nadador salvador e já salvei dois miúdos de se afogarem.
Verdade. Sou nadador salvador de água doce e com cloro (dá menos trabalho), mas ainda sim já salvei duas criancitas

3 – O meu pénis tem 13, 14 centímetros, mas se for bem trabalhado consigo chegar aos 15.
Falso. Portanto ou tem de 12 centímetro para baixo, ou de 16 para cima e mais não digo que sou tímido.

4 – Já estudei em duas faculdades… Mudei de Comunicação Social para Desporto.
Verdade. São cursos que não têm nada a ver um com o outro. Sou um indeciso por natureza.

5 – Quando era puto era do Benfica, mas o meu pai fez-me a cabeça e agora sou sportinguista ferrenho.
Falso. Fodaaaaaaasse, mas tá tudo parvo ou quê? Alguma vez eu ia gostar do clube das galinholas?

6 – Tenho 25 anos e ainda só tive uma namorada.
Verdade. Que dizer?... Sou um menino bem comportado!

7 – Nos tempos em que jogava à bola, chegaram a pedir-me autógrafos.
Falso. Já joguei à bola mas nunca me pediram autógrafos (na minha terra não sabem reconhecer uma vedeta quando aparece)

8 – Já pratiquei: Futebol de 11, Futsal, Natação, Karaté, Judo, Ginástica Acrobática, de Solo e de Aparelhos, Andebol, Basquetebol, Voleibol, Surf, Canoagem, Fitness, Ténis, Ténis de Mesa, Badminton, Escalada, Orientação e Luta.
Verdade. Sou ou não sou um sacana eclético?

9 – Já assisti a um parto ao vivo.
Verdade. Já sim! Ao parto da minha filha! Foi só a cena mais violenta a que já assisti em toda a minha vida!

Obrigado aos que participaram e fiquem á espera do próximo post que deve ser um post da treta… (Estão a acabar as férias)

segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Desafio


Ena, desafiaram-me! Já não sabia o que era isso há algum tempo. É aquele desafio da moda. Parece que tenho que dizer 9 coisinhas sobre mim. 3 Delas vão ser tanga e vocês terão de acertar quais são! Cá vai então:


1 – Já engravidei uma mulher estéril.


2 – Sou nadador salvador e já salvei dois miúdos de se afogarem.


3 – O meu pénis tem 13, 14 centímetros, mas se for bem trabalhado consigo chegar aos 15.


4 – Já estudei em duas faculdades… Mudei de Comunicação Social para Desporto.


5 – Quando era puto era do Benfica, mas o meu pai fez-me a cabeça e agora sou sportinguista ferrenho.


6 – Tenho 25 anos e ainda só tive uma namorada.


7 – Nos tempos em que jogava à bola, chegaram a pedir-me autógrafos.


8 – Já pratiquei: Futebol de 11, Futsal, Natação, Karaté, Judo, Ginástica Acrobática, de Solo e de Aparelhos, Andebol, Basquetebol, Voleibol, Surf, Canoagem, Fitness, Ténis, Ténis de Mesa, Badminton, Escalada, Orientação e Luta.


9 – Já assisti a um parto ao vivo.


Tenho as minhas dúvidas que alguém consiga descobrir quais são as petas.


Deixo o desafio às seguintes pessoas:
Vita
Ana (prima) e não vale adivinhares as minhas petas, porque tu conheces-me.
Mulheka
Blue

Até à próxima

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Doce de tomates

Eh lá… Está vivo! É o que certamente estarão a pensar as histéricas e loucamente assíduas (ou não) leitoras deste blog.


Vá lá… que dizer… bateu uma saudadinha… Nada de especial, não fiquem já entusiasmadas. Apenas estava farto de fazer posts da tanga, e como as férias do carnaval estão aí, que tal escrevinhar um pouco em memória dos bons velhos tempos!


Após ler alguns blogs fraquinhos daqueles que costumo ler sobre o facto de engolir ou não, ocorreu-me abordar um assunto semelhante e que muito me atormenta!
Vou falar de sexo como é óbvio, que é para ver se agito um bocadinho aqui as águas…
De sexo e de meita, sendo mais preciso.


É um dos meus sonhos, e quiçá, de outros machos como eu. Preparados? Gostava que a minha meita fosse docinha! É pá, o que é que querem? São pancadas! Adorava que em vez de saber a leite azedo, soubesse a leite condensado! Não seria maravilhoso… e se pudéssemos escolher o sabor ainda seria melhor! Às vezes dou por mim a pensar nas potencialidades... Aquilo sabe mal como óleo de fígado de bacalhau, mas mesmo assim elas vêm cá parar! Se soubesse a chocolatinho, ou a mel então o que não seria? As possibilidades seriam infinitas!


Senão atentem no seguinte:

Estamos num café com uma amiga e ela compra um croissant simples…
Macho cavalheiro (e sem sem segundas intenções):

- Não queres antes um croissant com chocolate? Já agora aproveita e não metas açúcar no café… tenho aqui um adoçante natural…

Ou então

Macho cavalheiro (e sem segundas intenções):
- Já alguma vez experimentas-te café com natas?

Outra situação... Estamos no ginásio e o exercício extenuante dá cabo dos níveis de glicemia da gaja boa da máquina ao lado. Na falta de água com açúcar… Parece que já me estou a imaginar preocupado com o bem estar da rapariga: - Chupa aqui um bocadinho e vais te sentir melhor…

E aquelas gajas que não passam sem um chocolatinho a meio da noite? Já viram que agradável seria dormir com uma rapariguinha dessas?

E as possibilidades culinárias?
- Ó mulher… Quando é que fazes outra vez doce de tomate… ou melhor… doce de tomates!

Que melhor topping para crepes poderia haver…



Ah o paraíso! Isso é que havia de ser… As gajas a engordar e os gajos a emagrecer… se é que me entendem.

Deixo-vos com este pensamento! E já agora digam-me lá, se pudessem escolher o sabor para a meita, que sabor é que escolhiam?

Related Posts with Thumbnails