sábado, dezembro 23, 2006

Inversão de Papéis


O universo está criado de uma certa maneira, e não me oponho a isso! Mas certas e determinadas coisas até que nem ficavam mal se fossem invertidas! É o caso dos homens e mulheres! Não seria muito mais fácil se quem tivesse o papel de conquistar fossem as mulheres e não os homens. As mulheres, no que toca ao acto de angariar companhia masculina, sofrem de um mal comum. O mal da passividade.

E agora dizem vocês: Tu é que és um preguiçoso!

É um facto. Não desminto que esta minha ideia triste de inversão de papéis tem um lado de ociosidade. Mas não seria tão mais interessante se fosse a andar na rua à beira da estrada e passasse uma camionista e mandasse uma boca do género: com um cu desses deves cagar bombons! Talvez numa versão invertida! Com um pau desses deves ejacular leite condensado!

Entendem o que vos digo? Um dia se me apetecesse, saía de casa com 70 por cento do meu corpo à mostra e captava o olhar de tudo quanto fosse mulher heterossexual que passasse por mim! Não seria bom?

Se chegasse a uma fila enorme de supermercado cheio de gajas, exibia um pouco os meus bicípites e era automaticamente convidado a passar à frente.

Se pretendesse ter um vinte na faculdade, fazia um minete à professora. Ou se quisesse melhorar a minha carreira profissional, tinha um caso com a patroa!

Mas se eu pretendesse mesmo ganhar muito dinheiro, casava-me com a presidente dum grande clube de futebol. Um ou dois anitos mais tarde deixava-a e publicava um livro onde contava que a minha mulher comprava os árbitros. Ou então contava que eu tinha problemas de flatulência em cerimónias oficiais e que ela acendia cigarros para disfarçar o cheiro!!! (há coisas que não podem ser invertidas por mais que tentemos).Depois arranjava um nome original para o livro. Eu Carolino! Com um pouco de sorte ainda arranjava um patrocínio de uma qualquer marca de arroz.

Feliz Natal para todos!

2 comentários:

paulu disse...

Nem que fosse só por um dia, valia a pena viver a experiência.

O problema era um tipo não poder escolher quem é que atraia. Se fosse uma dada vizinha do 7º esquerdo, era caso para suicídio imediato só com o susto.

Feliz Natal e um grande 2007!

peace_love disse...

Não querias mais nada! Olha olha..

Related Posts with Thumbnails