segunda-feira, dezembro 27, 2010

Eu odeio a sociedade

Eu odeio a sociedade...

Sei que isto parece uma frase típica de um maníaco-depressivo, mas o facto é que é este mesmo o sentimento mais sincero e puro que consigo exprimir relativamente ao que penso deste mundo e da forma como está organizado.

Como já referi anteriormente noutras postagens do meu outro blog, cada vez mais me vou apercebendo daquilo que NOS rodeia. E o que vos posso dizer meus amigos, é que não me agrada mesmo nada. Não me refiro a este Portugal que todos se apressam a criticar de forma leviana… Não me refiro ao Sócrates ou a outro qualquer político nojento de cabelo oleoso que se possam lembrar. Refiro-me sim, a TUDO. Toda esta trampa que é a sociedade em que vivemos e que torna os seres humanos em seres desumanos.

Sou da opinião que se a maioria das pessoas estivesse minimamente ao corrente da forma como isto tudo funciona na realidade, de hoje para amanhã existiria uma revolução…

E assim sendo, resolvi criar este blog. Com o intuito de transmitir o que penso e abrir alguns olhos (mentalidades). Não quero convencer ninguém de que estou certo. Não sou o dono da verdade. Nem sei se estou correcto naquilo que penso. Mas sei no que acredito. E a racionalização daquilo em que acredito, converge sempre na ideia de que a própria base da nossa civilização é defeituosa e prejudicial à maioria da população.

Por isso, leiam o que escrevo com distanciamento e racionalidade. E pensem… pensem no que vos vou escrever. Estejam à vontade para discordar de tudo o que direi, ou para tal como eu ir abrindo os olhos para tudo aquilo que anda tão à vista mas nos recusamos a ver.

Fiquem bem e até breve

3 comentários:

Letícia disse...

Só tenho a dizer que concordo plenamente contigo.

Ana C disse...

Concordo com tudo o que escreveste.

Fernando Sevzatian disse...

Concordo com que tu disseste. O que mais me irrita nessa sociedade é a falta de respeito com o próximo. Grato pela atenção.

Related Posts with Thumbnails